Lewis Hamilton pode ser campeão no GP dos EUA de Fórmula 1, mas depende de Vettel

Lusa




Partilhar

O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, pode sagrar-se campeão mundial de Fórmula 1 pela quinta vez já no domingo, no Grande Prémio das Américas, em Austin, Texas.

No entanto, para igualar as cinco conquistas do argentino Juan Manuel Fangio, o piloto britânico está dependente do que fizer o principal rival, o alemão Sebastian Vettel (Ferrari).

É que, com 67 pontos a separá-los, uma vitória de Hamilton só vale o título se o piloto germânico ficar abaixo do segundo lugar. O ideal para os ‘flecha de prata’ era uma ‘dobradinha’, que já conseguiram quatro vezes este ano, duas delas nas últimas duas provas. Mesmo que seja segundo classificado em Austin, ainda pode festejar o título, se Vettel não for além da quinta posição.

Mas Lewis Hamilton ainda pode dar-se ao luxo de terminar no degrau mais baixo do pódio, desde que o alemão não faça melhor do que o sétimo posto.

Se for quarto ou quinto, o piloto da Mercedes tem de esperar que o rival fique pelo menos quatro posições atrás de si em qualquer dos casos. Mesmo o sexto posto pode valer a conquista do campeonato, se o piloto da Ferrari não pontuar (não terminar ou ficar abaixo do décimo lugar).

Em qualquer destes casos, Lewis Hamilton, com 32 anos, chega aos cinco títulos mundiais, ficando a dois do recorde estabelecido por Michael Schumacher, o piloto mais vezes campeão mundial de Fórmula 1 (sete).

Comentários do Facebook

Partilhar
<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<ins class="adsbygoogle"
     style="display:block"
     data-ad-format="autorelaxed"
     data-ad-client="ca-pub-7513151535689663"
     data-ad-slot="7531535151"></ins>
<script>
     (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>