Registados mais de dois mil casos de suicídios no país

Angop




Partilhar

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) registou dois mil 500 casos de suicídios em Angola, de Janeiro de 2013 à Agosto de 2018, informou à imprensa, hoje, quarta-feira, em Luanda, o médico legista Aurélio Rodrigues.

Segundo a fonte, em termos estatísticos esses números não reflectem a realidade, visto que alguns casos que ocorrem no país não são denunciados, uma vez que os serviços não estão presentes em algumas aldeias, comunas e municípios.

Para o responsável, que falava à imprensa durante a sessão de abertura do 5º Congresso da Saúde Mental subordinado ao tema “ Saúde Mental dos Jovens Num Mundo em Mudança”, acrescentou que factores psicológicos, genéticos e socioeconómicos estão ligados a essas atitudes incorrectas.

O médico legista confirmou que o enforcamento, projecção ao solo, disparo com arma de fogo e suicídio por arma branca são factos mais recorrentes com um único caso por electrocussão.

“Os números são preocupantes. Os casos de suicídios mais frequentes são cometidos por cidadãos da faixa etária dos 25 aos 40 anos, com o caso de menor idade de um adolescente de 13 anos e o de maior idade de 79 anos”, disse.

Comentários do Facebook

Partilhar
<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<ins class="adsbygoogle"
     style="display:block"
     data-ad-format="autorelaxed"
     data-ad-client="ca-pub-7513151535689663"
     data-ad-slot="7531535151"></ins>
<script>
     (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>