POLÍTICA

Grupo de advogados entrega hoje ao BNA e à PGR lista de detentores de fortunas ilegais no exterior

Partilhar

Um grupo de advogados pertencentes à Associação Mãos Livres vai hoje entregar ao Banco Nacional de Angola e à Procuradoria-Geral da República um relatório que contém dados das figuras angolanas detentoras de fortunas que foram ilegalmente transferidas para o exterior do país.

Esta informação foi avançada à imprensa quinta-feira, dia 10 de maio, por David Mendes advogado e deputado eleito pela UNITA e um dos fundadores da associação de defesa dos direitos humano “Mãos Livres”. E surge na sequência das declarações feitas na Assembleia Nacional pelo assessor do Presidente da República para os assuntos constitucionais Márcio Lopes, segundo o qual, o governo desconhece a quantidade de dinheiro existente no exterior do país ou quanto poderá recuperar no âmbito da nova legislação de repatriamento voluntário de capitais.

Faremos a entrega deste relatório ao Banco Nacional de Angola e à Procuradoria-Geral da República para podermos desta forma, com os elementos que temos e outros que forem necessários, auxiliar o governo a saber onde está parte do nosso dinheiro”, disse David Mendes.

Segundo o advogado, no relatório constam nomes de altas figuras do anterior governo, entre elas, afirma David Mendes, o ex-Presidente da República, José Eduardo dos Santos, o ex-vice-Presidente, Manuel Vicente, ou o antigo chefe da casa de Segurança do PR, general Helder Vieira Dias “Kopelipa”.

David Mendes fez lembrar que há precisamente dois anos atrás entregou o mesmo relatório ao então Procurador-Geral da República, João Maria de Sousa, e este recusou-se a abrir um processo sob pretexto de que uma das figura incluídas no processo era o Presidente da República, “o que já não é o caso”, disse o advogado.

“Penso que chegou o momento de não terem mede de inquirir essas pessoas e tudo fazerem para o que o dinheiro volte a procedência”, concluiu.

Comentários do Facebook

Partilhar