ECONOMIA

Governo vai injectar anualmente 20 biliões de dólares na economia para potenciar sector privado




O Governo deverá investir cerca de vinte mil milhões de dólares anuais em vários sectores, para alavancar e tornar competitiva a economia nacional, anunciou nesta segunda-feira, em Luanda, o ministro da Economia e do Desenvolvimento do Território, Pedro Luís da Fonseca.

Ao falar no final da 4ª reunião da Comissão Económica do Conselho de Ministros, Pedro da Fonseca disse que o Estado vair procurar reforçar as suas actividades de coordenação e regulação do sector económico, com destaque para a potenciação do sector privado, por promover o crescimento económico e criar empregos.

Disse que a par da melhoria do ambiente de negócios, já foram identificados um conjunto de condições para o suporte da actividade privada, como o fornecimento de energia, água e comunicações.

Falou da necessidade de mobilização de parcerias empresariais externas portadora de know-how e tecnologia para que a economia angolana seja competitiva e passível de rivalizar com as de outros países.

Informou que foram também aprovadas medidas que visam desburocratizar e desonerar o processo de importação e exportações de bens e serviços essenciais ao país e reduzir os custos inerentes ao processo.

Na reunião, orientada pelo Presidente da República, João Lourenço, foi recomendada a institucionalização do “desalfandegamento prévio”, para acelerar a retirada de mercadorias antes de chegarem ao país, bem como o “desalfandegamento incompleto”, que permitirá a saída de bens importados, com a condição de completar a documentação no prazo de um mês.

Foi igualmente recomendada a revisão do estatuto da câmara do despachante oficial, com a introdução a figura do “caixeiro-viajante” e dos custos da actividade no sentido de se tornar mais célere o processo de exportação e importação.

Foram também recomendadas medidas para reduzir os procedimentos de importação e exportação, de 30 para seis, para facilitar a actividade empresarial e melhoria do ambiente de negócios.

Comentários do Facebook
<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<ins class="adsbygoogle"
     style="display:block"
     data-ad-format="autorelaxed"
     data-ad-client="ca-pub-7513151535689663"
     data-ad-slot="7531535151"></ins>
<script>
     (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>