Presidentes norte-coreanos tiveram passaportes brasileiros




Kim Jong Un e Kim Jong Il tentaram obter vistos em embaixadas estrangeiras de países ocidentais

O Presidente da Coreia do Norte, Kim Jong Un, e o pai dele já falecido, Kim Jong Il, usaram fraudulentamente passaportes brasileiros para solicitar vistos de entrada em países ocidentais na década de 1990, disseram fontes de segurança de alguns países euroepeus.

Uma investigação feita pela agênciade notícias Reuters descobriu um autêntico passaporte brasileiro emitido a favor do presidente da Coreia do Norte Jim Jong-un, que ilustra a reportagem.

“Eles usaram esses passaportes brasileiros, que mostram claramente as fotografias de Kim Jong Un e Kim Jong Il, para tentar obter vistos em embaixadas estrangeiras”, afirmou uma fonte de inteligência sob condição de anonimato.

A embaixada da Coreia do Norte no Brasil recusou-se a comentar informação, enquanto o Ministério brasileiro das Relações Exteriores disse estar a investigar a denúncia.

Uma fonte brasileira, que falou sob a condição de anonimato, disse que os dois passaportes em questão eram documentos legítimos quando foram enviados com os espaços em branco para os consulados.

Quatro outras fontes de inteligência de países europeus confirmaram que os dois passaportes brasileiros com fotos dos Kims em nome de Josef Pwag e Ijong Tchoi foram utilizados para solicitar vistos em pelo menos dois países ocidentais.

Não se sabe se os passaportes foram usados.

Comentários do Facebook
<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<ins class="adsbygoogle"
     style="display:block"
     data-ad-format="autorelaxed"
     data-ad-client="ca-pub-7513151535689663"
     data-ad-slot="7531535151"></ins>
<script>
     (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>