GPL perspectiva tornar Luanda numa cidade de referência no continente

Lusa




Partilhar

O Governo Provincial de Luanda (GPL) perspectiva tornar a capital angolana em uma cidade de referência a nível de África, a pretensão foi manifestada hoje (domingo), pelo governador em exercício, Júlio Bessa.

Em declarações à imprensa, depois da deposição de uma coroa de flores no busto do fundador da Nação angolana, António Agostinho Neto, no âmbito das comemorações do dia da Independência Nacional, sublinhou que Luanda já foi uma das pérolas de África e o propósito é resgatar esse título que parece não ser difícil, o necessário é todos colaborarem para o alcance deste desiderato.

Disse que a ideia é ter uma capital que orgulhe todos os angolanos. Apesar de ser um processo que leva algum tempo, o que se pretende é atingir um desenvolvimento e um país melhor para todos os seus cidadãos.

Presente também no acto de homenagem ao fundador da Nação, Maria Eugenia Neto, viúva do Herói Nacional, elogiou o esforço feito para o alcance da independência nacional, afirmando ser preciso fazer-se algumas correcções no que está mal, para o bem-estar das populações.

“O povo está livre, agora é preciso conduzir o país para um futuro melhor, embora não seja o país que Agostinho Neto perspectivava para todos os Angolanos”, concluiu.

Antes, o governador em exercício de Luanda, esteve no Museu de História Militar, onde testemunhou o içar da Bandeira Monumento, em cerimónia presidida pelo ministro do Interior Ângelo da Veiga Tavares.

Comentários do Facebook

Partilhar
<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<ins class="adsbygoogle"
     style="display:block"
     data-ad-format="autorelaxed"
     data-ad-client="ca-pub-7513151535689663"
     data-ad-slot="7531535151"></ins>
<script>
     (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>